Sou Portugal!

Não vou falar das escolhas de Paulo Bento, não vou falar das tácticas, não vou perder tempo a criticar só porque não soubemos ser superiores, não soubemos ser melhores. É verdade que o futebol nos move neste país, é verdade que este mesmo país pára para ver a nossa selecção em campo, é verdade que acreditamos que podemos ir sempre mais além.

A mim o que mais me custa é a irracionalidade do ser humano, a velocidade em que faz alguém passar de bestial a besta e de besta a bestial [*basta olhar para as redes sociais entre o minuto 5 e o minuto 90 do último jogo]

É verdade que nos qualificámos a custo para esta fase final, perdemos o primeiro jogo, nos últimos segundos empatámos o segundo, e estamos com as contas muitos difíceis para a terceira jornada, porque precisamos golear e a equipa está bastante desfalcada. O cenário, não é bom, não é mais ou menos, é péssimo…

Mas antes daquela velha máxima "aconteça o que acontecer" e porque não quero ser irracional, e quero ter a certeza que deixo isso claro antes do último jogo, que ditará ou não o regresso a casa desta Seleção. Eu digo: Sou Portugal, no melhor e no pior!


[*Vamos lá miúdos!] 

Sem comentários