Vá para fora cá dentro | A Norte

Na última semana andei novamente a Norte do país.

Andei dois dias no Porto onde:
- descobri o restaurante “O Antigo Carteiro”, junto à foz do Douro;
- visitei finalmente a livraria Lello;
- percorri a Rua de Santa Catarina [*descobri que a minha parede favorita foi pintada];
- passeei pela renovada Rua das Flores [*uma rua toda cutxi]

Afinal gosto do Porto, tem qualquer coisa de muito autêntico. Anda-se pelas ruas e respira-se passado [*basta olhar para a quantidade de comercio tradicional], tem espaços mais glamourosos  e cuidados do que Lisboa [*por exemplo as galerias paris], só não consigo achar o Douro mais bonito que o meu Tejo!



Depois foram dois dias em Santa Maria da Feira onde:
- matei as saudades dos meus [*fiquei feliz e em paz];
- fui finalmente à Viagem Medieval e percebi que mesmo imaginando nunca conseguia me aproximar da magnitude do evento [*já lá devia ter ido um dia sem dúvida]
- conheci cantos e recantos dos quais tantas vezes tinha ouvido falar e onde tantas vezes a P. foi e vai continuar a ser feliz.




Há momentos que nos enchem o coração! E mesmo na distância tudo se faz perto, até porque na verdade o nosso dia a dia é sempre uma correria, tenho dias em que olho para trás e pergunto o que fiz aos meus dias, nunca há tempo, tudo se adia, mas quando a saudade bate forte cá dentro, planos são feitos e o tempo passa a ser meu, teu, nosso!

[regressarei pois, foi só um até já!]

Sem comentários