Dia 4 – Etapa 3: Portela (Albergue de Barro) - Pontecesures | ~26km

Terceiro dia da jornada. Saímos do km 53,5 depois de um bom pequeno almoço que o Sergio nos deixou no Albergue e fizemos os primeiros km alternando estrada com zonas de vinhedo e de pradarias e foi em menos de nada que estávamos a cruzar a ponte sobre o rio Umia e a alcançar Caldas de Reis.

Saídos da cidade seguimos mais uma vez pelo bosque num caminho bastante bonito por sinal.

Quando chegámos novamente à estrada, e depois do calor sentido fomos directos ao primeiro café. Aqui voltamos a encontrar o casal com as duas crianças que tinham estado também connosco no albergue da portela e com eles seguimos por mais alguns km, sempre num bom ritmo, às vezes quase que era difícil de acompanhá-los [*esta parte do caminho foi juvenil, cheia de risos, sorrisos e brincadeiras de crianças].

Quando alcançamos Valga, paramos para almoçar, e encontramos umas “Turigrinas” brasileiras [*peregrinos que praticamente estão a passeio, sem mochilas às costas e dormidas previamente marcadas em hóteis] e nelas encontrámos mais uns quantos risos e sorrisos [esta boa disposição resultava também da quantidade de vinho que já circulava por ali]. Quando retomámos o caminho, já faltavam poucos km para alcançar o próximo albergue.

O caminho que faltava parecia um bosque encantado, verde, fechado, acolhedor dos nossos silêncios. E foi em menos de nada, mas com algum cansaço acumulado e dores nos pés que alcançamos o albergue de Pontecesures, aqui não eramos muitos, só nós e um grupo de peregrinos de Portugal [*hoje teria feito mais 1,5km e pernoitado em Padrón, senti falta nesta noite da partilha do caminho. Os grupos e os portugueses fecham-se mais em si, e nesta noite não houve conversas, era como se fossemos só nós ali].

 
Neste dia, comecei a sentir que a euforia inicial do caminho começava a passar, e que aos poucos os silêncios, os pensamentos, e a paz ia tomando conta de cada passo que dava. Fui-me fechando, fui interiorizando cada vez mais os meus pensamentos, fui sentindo o caminho, o meu caminho!

 

2 comentários