Oficialmente Natal [*lá em casa]

Há um slogan de um anuncio da J&B que recordo muitas vezes e que dizia que "A tradição já não é o que era"

Mas há tradições que ainda se mantém, e para mim se há época que é rica em tradições é a do Natal!

Apesar da loucura que se começa a viver desde cedo, das árvores de Natal que quase o fim de outubro começam a sair à rua e das iluminações precoces, na casa da minha mãe só no dia 8 de Dezembro, dia de Nossa Senhora da Conceição, é que o pinheiro chega, que as caixas são abertas, saem as bolas e as fitas, e o presépio com bem mais de 50 anos é cuidadosamente desembrulhado e as figuras colocadas no seu lugar!

Este é um ritual nosso, que temos partilhado nos últimos 2 anos com o nosso afilhado e a minha mãe diz que é de certeza o único dia do ano em que eu e o meu irmão fazemos alguma coisa os dois [*exagero claro!], mas a verdade é que é algo que fazemos com gosto e dedicação, com muito amor e carinho!

E depois de no fim escolher se este ano a árvore tem bolas azuis ou bolas vermelhas, se leva ou não fitas,  e outros pequenos pormenores dá gosto olhar para aquela árvore [*sempre imperfeita, mas perfeita aos nossos olhos, porque continua a ser apanhada pelas mãos do pai], acender as luzes, e poder sentir que sim...

A partir deste dia é oficialmente Natal!


A nossa tradição!

A minha tradição!

Sem comentários