Quando foi a última vez que recebeste uma carta?!

Quando é que foi a última vez que alguém te escreveu uma carta ou um postal?

Ainda te lembras da sensação de abrir o correio e estar lá uma carta escrita pela mão de alguém que te é querido?

Não tens saudades de receber mais do que envelopes com contas para pagar?

Normalmente o meu correio só recebe publicidade ou contas para pagar, acho que na minha nova morada desde que lá estou que recebi uma carta por ano, mas recentemente abri a minha caixa do correio e tirei lá de dentro um postal com as fotografias típicas, a letra que imediatamente reconheci sem precisar de ler a assinatura e li as palavras que fazem soltar sorrisos…

E foi assim que voltei a ter aquele sentimento bom de sabermos que somos especiais, que alguém que nos é querido parou pegou numa caneta e escreveu pela sua mão aquelas palavras, foi bom pensar que não se limitaram a pegar no smartphone a tirar umas fotos e a enviar por whatsapp com uma mensagem associada. Fez tanto sentido porque é uma ligação pessoal e única, de mim que escrevo para ti que recebes, em que se existirem enganos estes aparecem sob a forma de uma palavra riscada, em que tudo é mais autêntico, em que não ficas a pensar mil vezes na palavra certa, na palavra ideal e escreves o que o teu coração te manda escrever.

Este post faz ainda mais sentido por causa de um projecto que o meu irmão recentemente ganhou e que já na altura me fez pensar em como aquela ideia simples e que achavam que não ia chegar a lado nenhum fez sentido para tantos outros…

E estas são as perguntas que saltam aqui, quando penso que perdemos a capacidade de escrever à mão…

[♥] “Será que conheces a letra do teu namorado/a?”
[♥] “Será que ainda te lembras da letra da tua melhor amiga?”
[♥] “Quantas caligrafias serias capaz de reconhecer hoje?”

Há coisas que não têm preço!

Sem comentários