Ser polémico? Talvez! Vergonhoso? De certeza!

Não sei se o objectivo é como sempre, ser um meio de comunicação social polémico, mas decerto que há limites (e que sem dúvida foram ultrapassados), um código deontológico que em algum ponto deve salvaguardar a questão da discriminação (e os responsáveis deviam ser punidos por tal incumprimento), e mesmo que não estivesse escrito em lado nenhum, o bom senso de qualquer pessoa devia impedi-la de escrever de tal forma.

Mas acima de tudo, e o que me choca e continua a chocar nesta sociedade, é a capacidade de se ser pequenino, de acharmos que o que é referido no título é uma diferença tal que tem de ser "enaltecida". Preocupem-se em analisar as decisões e feitos destes nossos políticos no decorrer desta legislatura e depois sim, falem deles, mas com conhecimento de causa e sem se acharem seres superiores.


Sem comentários