And the Oscar goes to...

Finalmente Leonardo DiCaprio, pelo seu desempenho em "The Revenant".

Há quem possa dizer que o prémio não é atribuído naquela que foi a sua melhor interpretação de sempre, há quem vá dizer que a pressão "social" para a atribuição desta estatueta foi muita, há quem vá dizer que já não era sem tempo, há quem diga que é mais do que merecido, enfim muita tinta e opinião vai rolar sobre o tema.

Eu por aqui assumo que torcia por este momento, talvez não tenha sido a melhor interpretação deste senhor, mas para mim a melhor de todas é o Edward "Teddy" Daniels do filme "Shutter Island", de Martin Scorsese, que nunca foi muito aplaudido pela crítica e nem sequer foi nomeado para nenhum prémio por isso estou à vontade para tomar partidos. Talvez por isso ache que por todos os papeis, por todos os desempenhos que já teve no grande ecrã, este prémio é um reconhecimento pela sua carreira até aqui.

Sinceramente às vezes tenho tendência a comparar o Leonardo DiCaprio com o Cristiano Ronaldo, trabalha que se desunha, faz tudo e mais alguma coisa para ser o melhor e depois perdia sempre o prémio para um qualquer Messi da vida. Ontem a sorte sorriu-lhe, porque isso só espero que o talento agora não lhe fuja dos "pés" e que continue a brindar-nos com grandes interpretações.



Sem comentários