Porto | RUA

Quando era mais nova não gostava do Porto, achava que era uma cidade feia, suja e escura quando comparava com a luz da cidade de Lisboa, mas com o tempo e as muitas visitas fui aprendendo a gostar, de cada vez que ia, vinha a gostar um pouco mais.

Hoje consigo encontrar no Porto algo que sinto que Lisboa tem vindo a perder, no Porto vejo uma cidade turística mas ao mesmo tempo defensora das suas raízes, encontro comércio tradicional, as mercearias típicas, as lojas de antiguidades, os cafés com história, tantos lugares com passado, mas cheios de futuro.
Vejo claramente uma cidade a ser recuperada, mas que ao mesmo tempo não perde a sua identidade, e encanto-me especialmente com os recantos gastronómicos que são ao mesmo tempo trendy e tradicionais e fico com uma vontade imensa de espreitar todos os detalhes, entrar, sentar e desfrutar de cada um.

Na última semana, em dia de reencontro entre norte e sul fomos até ao "RUA - Tapas & Music Bar", na Travessa da Cedofeita, uma rua que desconhecia mas que rapidamente me chamou a atenção, e que acredito que tenha vida própria.
No RUA provei as tapas e fui conquistada pela mistura de sabores, onde me cativou especialmente o "Portobello recheado" com maça caramelizada e requeijão.
Mas eu gostei muito mas mesmo muito do espaço e pelo que pude perceber o objectivo é trazer a vivacidade e a energia das ruas para dentro de portas, dai a ideia de continuidade desde a entrada até ao pátio interior existente ao fundo.. A decoração é informal e urbana, e as imagens que cobrem as paredes transportam-nos para uma suposta agitação, mas que no fim, é apenas mais um bom local para terminar o dia e conversar sem fim.


Sem comentários