Meu querido mês de Agosto. Obrigada!

O mês de Agosto chega hoje ao fim e não me lembro de um mês de verão tão rico como este.
Dias de férias foram apenas 8 dos 22 a que tenho direito, mas fiz mais neste mês deste ano de 2016 do que me lembro de ter feitos nos meses de Agosto dos últimos 5 anos.

O mês começou com o regresso de uma experiência única, as Jornadas Mundiais da Juventude.
Continuou com um fim de semana cheio num dos lugares que mais me faz feliz.
Prolongou-se em outro fim de semana grande pela Costa Vicentina para um regresso aos lugares especiais, onde "peregrino" todos os anos, e soube bem o regresso àquele mar, àquelas praias, a lugares que sem saber bem como acabo por ano após ano descobrir, na quase impossibilidade de já achar que conheço de cor aquela costa.
Este mês de Agosto regressei a um lugar onde sei que sou muito bem-vinda, mas para onde a rotina do dia a dia me atirou para longe e foram precisos mais de 2 anos para voltar, mas voltei, para ficar de coração cheio e imensamente orgulhosa pela forma como a vida se transforma.
Este mês de Agosto regressei a um lugar que visitei em tempos (clica aqui e descobre qual), e onde continuo a sentir uma vontade imensa de me embrenhar pelos caminhos e descobrir mais e mais.
Este mês de Agosto visitei lugares que só na memória poderiam ter lugar.
Este mês de Agosto li mais e aprendi que basta manter na nossa vida os itens que nos trazem alegria para conseguirmos arrumar a nossa casa e a nossa vida!
Este mês de Agosto fiz algumas resoluções de pós férias que até agora consegui cumprir, ando em experiência com o corpo e com a mente, e o resultado final dá-me ânimo para continuar.
Este mês de Agosto vivi muito, mas acima de tudo, este mês de Agosto fiz mais daquilo que me faz feliz!


Este mês de Agosto vivi muito, mas acima de tudo, este mês de Agosto fiz mais daquilo que me faz feliz!

E porque não devemos deixar de agradecer a vida... Obrigada meu querido mês de Agosto!



"a setembro digo eu acredito. digo eu confio, digo eu consigo, digo eu sou capaz. digo coisas-boas-acontecem-a-quem-não-desiste-de-si-mesmo"

Sem comentários