Regressar ao sítio que me faz feliz

Os primeiros dias de férias deste verão já ficaram lá atrás no tempo, mas estão bem presentes as memórias de umas férias que me encheram demais o coração e, me fizeram ter um sentimento enorme de gratidão por esta vida, que mesmo podendo às vezes pensar que não é perfeita, é a minha vida, aquela para a qual Alguém tem os seus desígnios.

No fim destas férias deixei esta imagem e esta mensagem numa rede social

"Gostava de puder mostrar o fundo do mar que hoje vi desde cá de cima, gostava de conseguir contar como a areia debaixo de água brilhava como se fosse ouro, gostava de guardar o som das gargalhadas que se confundiram com as lágrimas Quero guardar este dia transparente e regressar sempre ao sítio que me faz feliz"

É sempre bom regressar não aos lugares onde fomos felizes mas aos lugares onde somos felizes, num presente que se torna infinito.

Regressei ali onde sou feliz, onde o tempo se esquece de passar, onde o mar é transparente e onde o sol se põe em cores só minhas.


Lembraram-me hoje que descobri este lugar há 6 anos, num imprevisto da vida que me deu uma das minhas melhores memórias de amizade de sempre. A minha resposta foi "Tenho sempre ideia de que este dia aconteceu há mais anos", talvez por sentir sem saber explicar como, que parte de mim sempre pertenceu ali.

Sem comentários