Siga para Norte

Escrevi este post há um mês... E este é daqueles que não pode ficar perdido nem esquecido, é daqueles que tem mesmo de ver a luz do dia :)

Conheci o Norte como um sonho, daqueles que ainda não tinha nome, conheço-lhe o nome ainda quando estava em fase de brainstorming e por toda a história que trazia consigo fazia todo o sentido. Conheci o Norte ainda com as paredes decrépitas, sem vida e glamour, conheci o Norte ainda como uma ideia e fui acompanhando ainda que ao longe e de forma espaçada o crescer deste lugar.

Um mês depois da abertura oficial de um sonho tornado realidade, foi finalmente a minha vez de aqui chegar...



O Norte divide-se em três espaços:
- uma esplanada, onde não falta uma rampa para pessoas de mobilidade reduzida, pequeno detalhe que faz toda a diferença
- um relvado com puffs e mesas, onde se destaca o jardim vertical que demonstra o quanto o espaço foi pensado com amor e carinho
- uma sala interior, que confesso que foi o espaço que mais me cativou, com as cadeiras cada uma de sua nação, com os muitos rádios antigos espalhados pelo espaço, as cervejas artesanais originalmente colocadas na parede, e ainda aqueles pequenos detalhes que tornam a sala acolhedora.

Em resumo o espaço é amplo, cuidado e original, ou seja, há para todos os gostos e vontades, para beber só um café, ter uma refeição a 2 ou então uma refeição em grupo.


O Norte é uma cervejaria, e por isso reinam as cervejas especialmente as artesanais nacionais e internacionais. A carta não é vasta, mas centra-se em pratos que mesmo sendo comuns estão pensados no detalhe para fazer a diferença ao nível do sabor.

O espaço é recente e por ser recente está ainda em fase de ajustes, o que é bom, pois não tenho dúvidas que o Norte será um espaço que se irá sempre desafiar e superar para prestar um melhor serviço aos seus clientes com olhos postos na qualidade.


Por isso quem é da zona, façam uma viagem a este ponto cardeal de Santa Maria da Feira, malta do Sul, na dúvida, sigam para "Norte".


Sem comentários