Uma noite memorável

Acredito cada vez mais que coisas boas acontecem, principalmente quando menos esperamos e que mesmo quando não fazemos ideia já a vida conspira a nosso favor.
Há vários anos que venho ao Porto, já fiquei em diferentes hotéis mas nunca na Praça da Batalha, sempre que venho ao Porto janto pela zona das galerias e dos Clérigos, nunca vou para o zona do jardim de São Lázaro, mas ontem foi um dia diferente, um conjunto de diferenças face a todas as outras vezes, de facto a zona era outra, as escolhas foram novas, e quando passamos à frente do Coliseu a curiosidade falou mais alto... Será que ainda há bilhetes?!
Com a certeza absoluta de um "Não" como resposta ainda assim perguntámos, e o "Sim, há bilhetes" surpreendeu-nos tantos que duvidámos da resposta, foi preciso repetir. Um olhar cúmplice, uma vontade imensa e, uma decisão rápida: "São dois bilhetes"
Agarrámos aquilo que já era nosso, subimos as escadas sem reparar nos degraus, enquanto riamos como duas crianças pequenas que tinham acabado de cometer uma travessura mas não se continham na sua alegria. Sentámo-nos e esperamos uma hora até que dois senhores entraram em palco: Miguel Araújo e António Zambujo!
E assim, repeti o concerto que já tinha visto em Lisboa, só que desta vez no Porto e ja com algumas diferenças. [sobre o primeiro escrevi aqui]
E mais uma vez voltou a ser sublime, voltou a ser intimista, voltei a sentir que estava simplesmente entre amigos a partilhar mais uma noite, voltei a lembrar porque é que estes senhores conseguiram chegar a um número mágico de 28 concertos!

Em fevereiro tinha esperado 6 meses até ao grande dia, ontem comprei de impulso, em cima da hora, mas como disse há 7 meses atrás "Se por acaso alguém tiver um bilhete para um concerto em outro dia e não souber o que lhe fazer, deixo um aviso à navegação, eu não me importo nada de repetir a dose!"
E repeti a dose, ofereci o bilhete a mim mesma e fiz-me muito feliz!


Sem comentários