ler como se não houvesse amanhã

[ler a ouvir: Caetano Veloso | Livros ]

Em 2017 desejo ler mais, melhor, em 2017 quero ler mais. Quero continuar a escolher livros, escolher num impulso consumista ou como resultado de uma prenda certa que recebo, quero continuar a escolher livros para folhear [definitivamente não me adapto à leitura electrónica, não é o mesmo], gosto de sentir as folhas entre os dedos, gosto de sentir o cheiro do papel, gosto de espreitar o que vem a seguir!
Em 2016 tinha decidido ler um livro por mês, não consegui, andei lá perto, e por isso já há livros em fila de espera para 2017, o que me anima bastante.
E para (re)começar com este hábito, já escolhi, "El Laberinto de Los Espíritus" de Carlos Ruiz Záfon, uma prenda muito querida deste Natal, de quem tão bem conhece e que sabe que estes são os livros que devoro em outra língua que não a minha... Que continue a saga "en El Cementerio de los Libros Olvidados".


Sem comentários