Venham de lá as resoluções

[Ler a ouvir: Navegante da Lua]

Sou mais de balanços do que sou de resoluções e por isso, desde que este blog existe, que ano após ano agradeço o que tenho a agradecer ao ano que finda e pouco ou nada peço para o ano que vem
Foi assim em 2014, 2015, 2016 e 2017.
Acho que ano após ano as resoluções andam à volta do mesmo e quase sempre tem o mesmo destino, o de poucos resultados, consequência da pouca motivação e empenho para os levar até ao fim. Em boa verdade, acho que não sou nada certeira nesta coisa das resoluções, aliás pontaria nunca foi o meu forte, nem sequer a jogar aos dardos.
Com o aproximar do fim de 2017, longe de pensar em resoluções de qualquer tipo, mas com a eterna crença de que na vida nada acontece por acaso, cruzei caminho com um projecto que me pareceu o ideal e o mais real para acabar com o karma das resoluções não resolvidas. O livro que lhe deu origem tive-o nas mãos em Amesterdão, mas quis deixar para comprar no regresso e a corrida louca de apanhar o avião de volta não permitiu, a entrevista com a autora ouvi aleatoriamente um dia no 'The Melissa Ambrosini Show' e o desafio foi lançado na semana seguinte pela Claúdia Fonseca do blog 'The Officinalis'. Sem saber como nem porquê, a verdade é que em 3 meses, este projecto passou a fazer um sentido imenso na minha vida e despertou em mim a vontade de pela primeira vez criar as minhas resoluções e fazê-las acontecer.
Curiosos?!
Falo-vos do Projecto Felicidade, nascido no livro 'The Happiness Project' da Gretchen Rubin, e sobre o que sei e já aprendi, prometo que irei partilhar mais tarde.
Por isso agora que 2018 começou, decidi fazer tudo diferente, escrevi as minhas resoluções, fui festejar no meio da multidão, troquei o champanhe pelo gin, esqueci-me do cartão multibanco e das notas na mão e deixei os conffetis serem promessa de um ano rico em alegrias e em vez de passas e 12 desejos rebentei Peta Zetas na boca com a certeza que 2018 vai explodir.

Venha de lá este ano e à boleia as minhas resoluções!


Sem comentários