Londres para quem quer comer e passear

[Ler a ouvir: The Lion King Musical]

Quando em Março fui a Paris perguntaram-me se gostava mais de Paris ou de Londres. Na altura pensei que não era resposta fácil, que as viagens dependem do tempo, da forma como procuramos e olhamos os lugares, das pessoas que as partilham connosco, e como há já alguns anos que não ia a Londres não era capaz de fazer essa escolha. Longe estava eu de saber nessa altura que era no último mês do ano que voltava a Londres.
Depois de várias visitas à cidade não havia muitos mais pontos turísticos a ver e não havia vontade de repetir, por isso a viagem tinha uma certeza, ver um musical que era uma das únicas coisas que ainda não tínhamos visto, por isso se pensarem nisso não olhem ao preço, eu vi o Rei Leão e valeu cada libra que paguei e tinha ainda dois objectivos: fazer compras e comer! Adivinhem lá o que ganhou?! Comer claro, que eu e a minha comadre somos pessoas não de muito mas de bom alimento e por isso levávamos uma lista de locais a repetir (ela), a experimentar (as duas).

Tomamos pequenos almoços, todos diferentes mas incrivelmente saborosos e capazes de nos alimentar por toda a manhã:
[♥] Breakfast Club (Angel)
[♥] Deliciously Ella (Seymour Place) 
[♥] 26 Grains

Entre jantares e almoços experimentamos:
[♥] Casita Andina (Soho)
[♥] Dinerama: Fundi, Winerama e You Doughnut (Shoreditch)
[♥] Homeslice (Neal's Yard)
[♥] Yum Bun (Spitalfields)
Nas voltinhas esquecemos a Oxford Street e andamos por:
[♥] Camden Lock Market e Stables Market (Camden)
[♥] Box park (Shoreditch)
[♥] Convent Garden, principalmente para nos perdermos na Paper Chase
[♥] Neal's Yard que passou a ser o meu cantinho favorito da cidade e onde há uma loja incrível onde só me apetece voltar, a Neal's Yard Remedies
[♥] Angel, uma zona que desconhecíamos, mas cheia de lojas trendy, onde ficamos rendidas à loja de chás Bluebird Tea Co. e à loja Posh Totty Designs onde me apetecia trazer tudo para casa
[♥] Piccadilly Circus para a frente e para trás e a impossibilidade de resistir a mais do que uma visita à loja dos M&M, enquanto fingíamos que éramos saudáveis e quase que trazíamos para Portugal o Whoole Foods Market.
Depois de 3 dias, regressamos a casa debaixo do maior nevão que Londres já viu nos últimos anos, e depois de cantar vezes sem conta 'It's Beginning to Look a Lot Like Christmas', mas viemos de coração e barriga cheia, com muitos quilómetros nas pernas e muitos momentos para um dia contar.



Sem comentários