Viveu nos 90, então, Revenge of the 90's


O que ultimamente anda na boca de todos: Revenge of the 90’s
Para quem não sabe, as festas, começaram há um ano atrás com o mote dos anos 90’s, e com a promessa de nos fazer viver mais uma vez aquela época em que muitos de nós fomos crianças, adolescentes e jovens adultos. As festas que começaram com 500 pessoas completaram o primeiro aniversário com 8000, a procura por bilhetes parece a procura por bilhetes de um festival esgotado e as festas têm a característica de só se conhecer a localização exacta no dia do evento, quem já tem mais uns aninhos vai com certeza lembrar-se deste padrão e das míticas festas do Rebelbingo, que tem mais uma particularidade em comum, os meninos que estão à frente do projecto são os mesmos e, já levam muitas horas de estrada e espectáculos, por isso sabem como organizar um festão!


Conheci-os por acaso na véspera de Santo António, nos Santos Noventeiros no Campo Pequeno, onde fiquei toda a noite a vibrar, ainda para mais a atracção principal era o Pequeno Saúl uma memória viva da minha infância, por isso assim que ouvi falar no Revengeillon Noventeiro não pensei duas vezes, se era para entrar em grande em 2018 que fosse épico e assim foi, Coliseu dos Recreios esgotado, 4 mil pessoas, muito boa onda e todos os clássicos da década de 90, que mais pedir e, como foi tão bom, não pensei duas vezes para repetir a dose, por isso assim que foi anunciado o Circo Noventeiro, corri para os bilhetes, qual Usain Bolt para alcançar o primeiro lote, e levei a reboque mais uma turminha.
A festa desta vez duplicou, 8000 pessoas, e esmoreci, será a minha última avisei, não gosto de muitas confusões, e a essência tende a perde-se na multidão, mas enquanto lá estive esqueci-me, não foi tudo perfeito, mas dancei, vibrei, os Santa Manel, que já foram Power Rangers e agora são Tartarugas Ninjas, fizeram-me sentir criança outra vez ao som dos clássicos dos desenhos animados, viajei na companhia do André Henriques e do Paulo Silver, pela minha adolescência enquanto, agarrada à minha bandeira com 20 anos, cantava Backstreet Boys, lembrei as noites de verão ao som de Anna Julia, a estreia do Titanic no antigo cinema Nina ao lado da minha BFF que nesta noite lá estava outra vez ao meu lado, acreditem quando digo que tantas e tantas memórias voaram por aquela noite. Muitos não compreenderam o que ali se viveu, mas acredito que para além de ir à festa para ver se ser visto, houve quem aprendesse alguma coisa sobre uma década que foi absolutamente incrível, e digam o que disserem, mais do que Anjos, Ana Malhoa ou Santamaria, épico, épico foi ver o Batatinha subir ao palco e chamar pelo Companhia.

Hoje começam à venda bilhetes para mais uma Revenge of the 90's, escolhi não ir, mas se nunca foste a nenhuma, garanto-te que pelo menos uma vez... Tens de ir!
#wearethe90skids

Fotos Revenge of the 90's



Sem comentários