obrigada 2018



Nem consigo acreditar que 2018 já ficou lá atrás, e a cada dia que passa vou entendendo cada vez mais quando as pessoas me diziam que os anos voam.
Foram 365 dias cheios de momentos, vivências e memórias que vão perdurar.
Estive mais perto dos meus e sei que, ainda que na minha imperfeição, aprendi a cultivar e alimentar os laços que nos unem e fiz-me mais presente.
Continuei a sonhar e como o sonho comanda a vida, tudo acaba por se concretizar, e foi assim que viajei até ao Peru, Bolívia e Chile, e como o mundo é um lugar que começa a ser pequeno, ainda houve tempo para viver novas experiências em Punta Cana e conhecer Berlim, uma cidade que há dois anos se tornou curiosidade.
Fiz ao longo deste ano mais do que me faz feliz, vi o mar vezes sem fim, li mais e livros clássicos, viciei-me em podcast, ouvi mais música, dancei mais do que era costume, investi nas melhores experiências gastronómicas e continuei a acreditar que, mesmo não sendo consistente, escrever faz parte de mim.
Falhei na concretização do meu Happiness Project, que parecia ser perfeito, mas aprendi que por muitos planos que se façam, por muitos sonhos que se tenham, é sempre preciso deixar espaço para a realidade acontecer e saber aceitá-la tal como uma dádiva do momento presente.
Agradeço 2018 e todas as bênçãos que me deu, por tudo o que me ensinou, pelo tanto que me transformou.
Venha de lá 2019, que acredito e confio que vai ser mais um grande ano.


Sem comentários