Quando não sabes quantos anos são

Diz que no ano de 2014, no mês de março, no dia 14, este blog ganhava vida, mas será que são 8 ou continuamos nos 5 anos? O que fazer com os quase 3 anos em que pouco ou nada aconteceu por aqui?!

Sendo o blog meu, escolho os 8 anos, porque a vida tem destas coisas, às vezes nada acontece e limitamo-nos a existir, ou a vida vai acontecendo em outro lugar que não pensávamos e, foi mais ou menos o que se passou com este blog, por isso é importante lembrar que mesmo quando parecia que tinha perdido a vida, está aos poucos a recuperá-la. A palavra que o trouxe de volta foi Inverter e é isso que as poucos tenho feito para que as palavras não se percam dentro de mim. Não sei se nos dias de hoje ainda se lêem blogues, talvez não, porque somos cada vez mais uma sociedade de consumo imediato, em que o tamanho ideal da escrita é o tamanho de um tweet, mas mantenho o blogue para mim e por mim, para me motivar a fazer algo que gosto muito: escrever!

Se ninguém ou quase ninguém ler não importa, porque o que é importante é eu cumprir com a palavra que dei a mim mesma de que iria continuar a escrever, e como escrever só no caderno não tem dado resultado, vou continuar por aqui.

Por isso parabéns a mim que há 8 (5) anos estou a soltar palavras por aqui!


nota: Eu sei que foi ontem, mas a vida acontece e só hoje consegui parar e publicar.




Sem comentários